Sábado
25 de Junho de 2022 - 
ADVOCACIA HOLISTICA - DIREITO HOLISTICO
CONFIANÇA E CREDIBILIDADE FAZ A DIFERENÇA
ADVOCACIA PREVIDENCIÁRIA - TRABALHISTA - CÍVEL - SERVIDOR PUBLICO
APOSENTADORIAS - REVISÕES - PENSÕES

CONTROLE DE PROCESSOS

Caro Cliente, cadastre seu e-mail, e acompanhe seu processo. DJALMA LEANDRO

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

NOTICIAS

Newsletter

Favor cadastrar-se informando seu e-mail, para contatos, sugestões e criticas.

COTAÇÃO DA BOLSA DE VALORES

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
Espanha 0% . . . .
França 0,43% . . . .
Japão 1,86% . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .

COTAÇÃO MONETÁRIA

Moeda Compra Venda
DOLAR 5,23 5,23
EURO 5,51 5,52
IENE 0,04 0,04
LIBRA ES ... 6,42 6,42
PESO (CHI) 0,01 0,01
PESO (COL) 0,00 0,00
PESO (URU) 0,13 0,13
SOL NOVO 1,38 1,39

ENDEREÇOS

DJALMA LEANDRO SOCIEDADE ADVOCACIA

RUA FREDERICO SIMÕES 85 EDF. SIMONSEN SALA 509
CAMINHO DAS ARVORES
CEP: 41820-774
SALVADOR / BA
+55 (71) 32432992

RIO DE JANEIRO/RJ

Rua Silva Cardoso 521 Torre A sala 521
Bangu
CEP: 21810-031
Rio de Janeiro / RJ

INSS vai pagar R$ 1,56 bilhão em atrasados a aposentados e pensionistas em todo o país. Para o Rio, foram destinados R$ 121 milhões

Do total de recursos liberados pela Justiça Federal em ações contra o Instituto Nacional do Seguro Social () em maio passado, , auxílios-doença, pensões e outros benefícios. Na última segunda-feira, o Conselho da Justiça Federal (CJF) liberou R$ 1,86 bilhão em atrasados para todo o país. Desse total, de . É importante destacar que não cabe mais recurso.— Grande parte destes pagamentos é de , porque o  da Justiça Federal. A judicialização só cresce considerando a falta de estrutura, de treinamento e de servidores insuficientes para atender à demanda — explica a advogada Adriane Bramante, presidente do Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário (IBDP).Para os estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo, área do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2), o conselho destinou R$ 121 milhões para pagar dívidas de processos judiciais que vão beneficiar 8.236 pessoas. Procurado, o TRF-2 explicou que os valores serão creditados em julho, para saque a partir do 5º dia útil de agosto. Auxílio de R$ 400 para caminhoneiros e aumento do vale-gás ganham força entre governo e CongressoÉ importante destacar que o pagamento desses atrasados é feito via  (RPVs), que são ordens de pagamento limitadas a 60 salários mínimos (R$ 72.720). Esse dinheiro é depositado em  no Banco do Brasil ou na Caixa Econômica Federal em nome do ganhador da ação. Herdeiros do beneficiário do processo têm o direito de receber os atrasados.As consultas dos valores a receber podem ser feitas na página do respectivo Tribunal na internet.Para verificar se estão no lote de atrasados, aposentados e pensionistas do Rio e do Espírito Santo devem acessar a página do TRF-2 (www.trf2.jus.br). No site, no , é preciso procurar o campo “Precatórios/RPV”, clicar em “Consultas” e, depois, em “Pesquisa ao Público”. Ao digitar o código que vai aparecer na tela, basta clicar em “Confirmar” para concluir a consulta.Para facilitar a pesquisa na página do Tribunal, os segurados do INSS devem ter o número do  ou do CPF do ganhador do processo ou o número da ação.Desse R$ 1,86 bilhão que o Conselho da Justiça Federal (CNJ) liberou para os demais Tribunais Federais  serão beneficiadas. A distribuição será da seguinte forma: o TRF da 1ª Região (), que abrange Distrito Federal, Minas, Goiás,Tocantins, Bahia e Acre, entre outros, terá R$ 640 milhões que serão destinados a dívidas com 26.369 beneficiários.Já o Tribunal Regional (), que abrange São Paulo e Mato Grosso do Sul, terá à disposição R$ 218 milhões para 7.831 processos.Com R$ R$ 357 milhões o , que abrange os estados do Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina, vai quitar 20.254 processos. IBGE reduz número de vagas de concurso para trabalhar no Censo 2022Por fim, o  (Pernambuco, Ceará, Alagoas, Sergipe, Rio Grande do Norte e Paraíba) terá R$ 228 milhões para pagar 14.597 processos.Assim como ocorre no TRF-2, caberá a cada Tribunal abrir uma conta no Banco do Brasil ou na Caixa Econômica Federal em nome de quem ganhou a ação para efetuar o pagamento.Fonte Extra
© 2022 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
VISITAS NO SITE:  8443048